Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14E – 21
Imagem
[Sobre Robert Louis Stevenson]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre Robert Louis Stevenson]
Titulos atríbuidos
Idioma
Português
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 14E – 21]

 

Este conto simbólico, ou “fábula”, como o mesmo autor lhe chamou, foi concebido durante o sono. Uma noite, Stevenson, acordando de repente, encontrou-se com a ideia, que esta narrativa presenta. A espécie de conto simbólico, de que se trata, é {…}

 

Na narrativa alegórica, o interesse desaparece quando a alegoria se não entenda ou pressinta. No conto simbólico, estando do mesmo modo ligados o sentido íntimo e o aparente, são todavia separáveis do interesse: o conto simbólico pode ser lido como se o não fora, que o interesse permanece.

 

A tese desta novela é evidente: a impossibilidade da dualização real da alma, de praticar impunemente o vício ou o crime habitual. Pouco a pouco a natureza se dobra e ajusta ao mal, e não tarda, ou pouco tarda, que não possa já recuperar {…}

 

[21v]

 

Robert Louis Stevenson, escocês de nação e grande estilista inglês de profissão e destino, nasceu em 18-- e morreu em Samoa, para onde fora por tuberculoso, em 18--. Escreveu esta novela em 18--.

 

Notas de edição

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Legendas

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Pauly Ellen Bothe, Apreciações literárias de Fernando Pessoa, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2013, pp. 270-271.

Dados de produção

Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Data

Palavras chave

Locais
Nomes relacionados