Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14E – 21
Imagem
[Sobre Robert Louis Stevenson]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre Robert Louis Stevenson]
Titulos atríbuidos
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 14E – 21]

 

Este conto simbólico, ou “fábula”, como o mesmo autor lhe chamou, foi concebido durante o sono. Uma noite, Stevenson, acordando de repente, encontrou-se com a ideia, que esta narrativa presenta. A espécie de conto simbólico, de que se trata, é {…}

 

Na narrativa alegórica, o interesse desaparece quando a alegoria se não entenda ou pressinta. No conto simbólico, estando do mesmo modo ligados o sentido íntimo e o aparente, são todavia separáveis do interesse: o conto simbólico pode ser lido como se o não fora, que o interesse permanece.

 

A tese desta novela é evidente: a impossibilidade da dualização real da alma, de praticar impunemente o vício ou o crime habitual. Pouco a pouco a natureza se dobra e ajusta ao mal, e não tarda, ou pouco tarda, que não possa já recuperar {…}

 

[21v]

 

Robert Louis Stevenson, escocês de nação e grande estilista inglês de profissão e destino, nasceu em 18-- e morreu em Samoa, para onde fora por tuberculoso, em 18--. Escreveu esta novela em 18--.

 

Notas de edição

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Descrição Material
Dimensões
Legendas

Dados de produção

Data
Notas à data
Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Idioma
Português

Dados de conservação

Local de conservação
Biblioteca Nacional de Portugal
Estado de conservação
Proprietário
Historial

Palavras chave

Locais
Palavras chave
Nomes relacionados

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Pauly Ellen Bothe, Apreciações literárias de Fernando Pessoa, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2013, pp. 270-271.
Exposições
Itens relacionados
Bloco de notas