Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14E – 15
Imagem
[Sobre Shelley e Byron]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre Shelley e Byron]
Titulos atríbuidos
Idioma
Português
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 14E – 15]

 

Os grandes idealistas não atacam o burguês. Shelley investiu padres e reis. Byron investiu-os também, mas não esquece {…}. Shelley não tinha no seu carácter elemento algum burguês. Byron tinha aquela grosseria característica.

Mas porque é que são burgueses os que atacam o burguês? É muito simples – é gente que é meio burguesa e meio artista. Uma parte de si odeia a outra. Fica-se numa e dão coices na outra. É um caso psicológico dos menos complexos.

 

Um neurologista francês |faz| notar que um sacrilégio só pode ser cometido por uma pessoa {…} de religiosa. (“Quote Grasset”)

A esta gente sacrílega, estetas, aristocratas chamarei eu os incompletos. Por isso é tão fácil à psiquiatria apontar neles inúmeros estigmatas de degenerescência. São indivíduos perpetuamente em via de evolução do real ao ideal. Já

 

[15v]

 

têm azas, mas os pés ainda lhes pesam mais.

 

Notas de edição

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Legendas

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Fernando Pessoa, Escritos sobre Génio e Loucura, Edição de Jerónimo Pizarro. Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2006, p. 436.

Dados de produção

Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Data

Palavras chave

Locais
Nomes relacionados