Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14A – 72
Imagem
[Sobre “António” de António Botto]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre “António” de António Botto]
Titulos atríbuidos
Notas de edição
Idioma
Português
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 14A – 72]

 

A novela dramática, que António Botto escreveu, perdendo-se a sua alma pelo próprio nome do título, é, ao mesmo tempo que uma expressão de pessoalidade, portanto, uma demonstração dum tema geral.

António é uma obra de verdade.

 

As coisas que são de sensualidade, é uso ou hábito considerá-las como sendo por isso mesmo, da alegria. Assim é no animal, e no homem que se lhe assemelha. Não assim no homem que vive duplo de si mesmo, forasteiro em sua própria alma. Nesse tudo se complica, ou porque a consciência o divida, ou porque a análise o liquida[1], ou porque a própria criação o ironize. É neste último {…}

Somos todos, quer queiramos quer não, habitantes de nós mesmos {…}

 

 

 

[1] liquida /dissolva\

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Legendas

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Pauly Ellen Bothe, Apreciações literárias de Fernando Pessoa, Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2013, p. 350.

Dados de produção

Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Data

Palavras chave

Locais
Nomes relacionados