Info

Olhar de novo para o painel "Começar"

Notícias

Olhar de novo para o painel
Na entrada do edifício sede da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, encontra-se o painel "Começar", concluído em 1968, uma das derradeiras obras de Almada Negreiros. Os investigadores Pedro J. Freitas e Simão Palmeirim propõem a (re)descoberta deste painel através de animações, imagens e um glossário ao alcance de qualquer utilizador. Basta seguir os passos sugeridos na página que a Fundação Calouste Gulbenkian dedica a este projecto: https://gulbenkian.pt/almada-comecar/ O tema do painel "Começar", encomenda da Fundação Calouste Gulbenkian, ficou ao critério do artista e a sua escolha foi gravar na pedra calcária uma súmula dos estudos sobre o número e a geometria a que se dedicara intensamente e de forma autodidata desde o início da década de 1940. A complexidade geométrica desta obra pode ser compreendida percorrendo a sua construção passo a passo, com o auxílio da demarcação por cores sugerida por Almada. Espera-se que o utilizador se possa inteirar desta obra com um olhar renovado, e com mais informação para descodificar o último testemunho artístico desta figura ímpar da cultura portuguesa do século XX. Concepção e conteúdos científicos por Pedro J. Freitas (CIUHCT-FCUL) e Simão Palmeirim (CIEBA-FBAUL), no âmbito do projecto Modernismo Online. Notícia ilustrada com uma fotografia do painel por Duarte Belo.