Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14-5 – 63
Imagem
[Sobre literatura policial]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre literatura policial]
Titulos atríbuidos
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 145 – 63]

 

Apart from pure fanciful compositions, such as the case of Milverton the stolen 3/4 the scandal in Bohemia ----(cite 3)---- which may be Sherlock Holmes tales, but are certainly not detective-stories {…}

We shall take successively, Sir Arthur Conan Doyle’s books on Sherlock Homes and criticize the stories {…}

As to the “Speckled Band” which is executed with art and effectiveness, it is in regard to effect one of Sir Arthur’s best. But even this tale has at heart an error that spoils it entirely. Much of the mystery of it lies in the expression “speckled band” which does not immediately reveal a snake. Moreover, the woman murdered is so at night in a dark room; and in such conditions it is obvious that is[1] impossible to see anything speckled or coloured. And if by any chance there were light to see that the aggressor was speckled and had the form of a band, the light, ipso facto, were sufficient to show that it was a snake. This is so evident that it seems foolish to observe it. Oft is so[2]

 

[63v]

 

impossible, or so feeble a thing did Sir Arthur Conan Doyle build the story.

 

The Red-Headed Leagues is good, very good.

 

The freshness of these tales is (with some exceptions such as the small “3/4” case) thus but characteristic.

 

We appreciate exclusively Sir Arthur’s “Stark Munro Letters”, when his rather careful style is proper and natural.

 

Casa to António

After dinner

 

 

[BNP/E3, 145 - 63]

 

Além de composições puramente fantasiosas, como o caso de Milverton os 3/4 roubados do escândalo na Boêmia ----(cite 3)---- que podem ser contos de Sherlock Holmes, mas certamente não são histórias policiais {…}

Tomaremos sucessivamente os livros de Sir Arthur Conan Doyle sobre Sherlock Homes e criticaremos as histórias {…}

Quanto à “Fita Manchada” que é executado com arte e eficácia, é no que diz respeito ao seu efeito um dos melhores de Sir Arthur. Mas mesmo este conto tem no coração um erro que o estraga inteiramente. Muito do seu mistério está na expressão “fita manchada” que não revela imediatamente uma cobra. Além disso, a mulher assassinada está assim à noite num quarto escuro; e em tais condições é óbvio que é impossível ver qualquer coisa manchada ou colorida. E se por acaso houvesse luz para ver que o agressor estava salpicado e tinha a forma de uma fita, a luz, ipso facto, bastava para mostrar que era uma cobra. Isso é tão evidente que parece tolice observá-lo. Sir Arthur Conan Doyle construía a história muitas vezes sobre uma coisa tão

 

[63v]

 

impossível, tão frágil. 

 

A Liga Ruiva é boa, muito boa. 

 

A frescura desses contos é (com algumas excepções, como o pequeno caso “3/4”) é inteiramente característica. 

 

Apreciamos exclusivamente as “Cartas de Stark Munro” de Sir Arthur, quando o seu estilo bastante cuidadoso é adequado e natural. 

 

Para Casa de António

Depois do jantar

 

 

[1] is /are\

[2] What kind of person seeing a moving speckled band would not see it as a snake, why he had never seen such a reptile?

Que tipo de pessoa vendo uma fita manchada em movimento não a veria como uma cobra, por que ele nunca tinha visto tal réptil?

Notas de edição

Classificação

Categoria
Subcategoria

Dados Físicos

Descrição Material
Dimensões
Legendas

Dados de produção

Data
Notas à data
Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Idioma
Inglês

Dados de conservação

Local de conservação
Biblioteca Nacional de Portugal
Estado de conservação
Proprietário
Historial

Palavras chave

Locais
Palavras chave
Nomes relacionados

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Exposições
Itens relacionados
Bloco de notas