Imprimir

Medium

Fundo
Fernando Pessoa
Cota
BNP/E3, 14C – 41
Imagem
[Sobre Omar Khayyam]
PDF
Autor
Fernando Pessoa

Identificação

Titulo
[Sobre Omar Khayyam]
Titulos atríbuidos
Idioma
Português
Edição / Descrição geral

[BNP/E3, 14C – 41]

 

{…} atinge o extremo doloroso em Omar Khayyam, ou Fitzgerald por ele {…}

_______

O Sonho?

Luís II da Baviera

______________________________________________________________

vida: vida

{…} vida translata (judeus, maometanos e, até certo ponto, os mesmos Cristãos, talvez porque são em parte judeus na mesma religião {…}

_____________________________

O sonho, o câmbio, os ismos tudo do estômago translato (em que o estômago passa para a cabeça) são impotências de idealizar, que não formas do ideal. Além disso, não são arte, nem a penumbra as pode produzir.

______________________________________________________________

 

[41v][1]

 

{…} o persa, príncipe do Tédio, mestre do desconsolo e da desilusão.

 

{…} nem amor até – por aquela mesma Saki que aqui e ali aparece nos Rubaiyat, não é como mulher que aparece, senão, e somente, como a moça que serve o vinho e canta para dizer-nos que nada tem que nos dizer. Quem é ela? Uma mulher? Não: é só a moça que serve o vinho.

 

Este ideal do tédio, já, porém, o havia exposto o Salomão do Eclesiastes – imagem e símbolo da sabedoria. E outro, não rei mas imperador, o exprime também despedindo-se: {…}

 

 

 

[1] 100

  300,00

30.000,00

Notas de edição

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Legendas

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Fernando Pessoa, Livro do Desassossego, Vol. I, Organização e fixação de inéditos de Teresa Sobral Cunha, Coimbra, Presença, 1990, pp. 89-90.

Dados de produção

Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Data

Palavras chave

Locais
Nomes relacionados