Média

Imagem
[Sobre Tennyson e Keats]
PDF
Autor
Charles Robert Anon

Identificação

Titulo
[Sobre Tennyson e Keats]
Titulos atríbuidos
Notas de edição
Idioma
Inglês
Edição

[19 – 98]

 

Tennyson “In Memoriam” should be taken as the example of Tennyson’s human depth, “Tithonus” and “Oenone” of his half-sensuous perfection, and the “Idylls of the King” of his general poetic decadence. The verse of this latter work is in many places abominable; Tennyson’s fine music of paragraph is often lost, and at times even his melody of line. Tennyson must not be judged by the “Idylls of the King”, or must then be judged unjustly.

 

Keats –  I cannot think badly of the man who wrote the Ode to a Nightingale, nor of him who, in that to the Grecian Urn, expressed so human an idea as the heart-rending untimeness of beauty. We all have felt that tearful sensation. Mothers, how many of ye, in looking at your bright children and at their heavenly fairness have not wished such small, lovely forms could be preserved for ever and unchanged. Lover, when looking upon the form of thy mistress hast thou not felt thy heart oppressed because such beauty should one day be no more, nay, should grow old and, mayhap, unbeautiful. Have we not all wished the immortality of someone that we know, have we all not felt that same pain at feeling that none are immortal. The statue of Roman Venus hath looked, century after century, upon us in its nude beauty, hath charmed generations by its form and liveth now to charm others. But where art thou whom she looked upon? Some faces, fair, perhaps, as her face; some forms, beauteous, perhaps, as her form, where are they now, animated as they were by the fire that she hath not? Apollo Belvedere still stands, but what of the millions of fair youths and maidens that have looked upon him? Their fairness went dwindled to old age, rotted in horrible death, and the uninspired image stands beautiful for ever and ever before us. If we had but each of us an Aurora who would not be content to be a Tithonus, though thin-rocked, would-worn and feeble.

 

[98v]

 

Anon.

Charles Robert Anon.

 

F w F F F

 

The cat is fat the dog is team and the pig is fat like the cat.

 

  1. A. N. Pessôa

 

H Haeckel

 

Horaz Haeckel

 

Horaz

 

H 8 J H, M, M, D, D, V, F, W, M, B,

I, L, Henriqueta Roza

 

9 9 9 9

 

 

[19 – 98]

 

Tennyson “In Memoriam” deve ser tomado como o exemplo da profundidade humana de Tennyson, “Tithonus” e “Oenone” da sua perfeição semi-sensual e “Idylls of the King” da sua decadência poética geral. A composição poética desta última obra é, em muitos lugares, abominável; a boa música do parágrafo de Tennyson perde-se frequentemente e, por vezes, até a sua melodia de linha. Tennyson não deve ser julgado por “Idylls of the King” ou deverá ser julgado injustamente.

 

Keats – Não consigo pensar mal de um homem que escreveu a Ode to a Nightingale, nem daquele que, nessa ode a uma Urna Grega, expressou uma ideia tão humana quanto a ternura da intemporalidade da beleza. Todos nós sentimos essa triste sensação. Mães, quantas de vós, ao olhar para as vossas resplandecentes crianças e para a sua beleza celestial não haveis desejado que tais formas pequenas e encantadores pudessem ser preservadas para sempre e manter-se inalteráveis. Amante, ao olhares para a forma da tua amante não sentiste o teu coração oprimido porque tal beleza deverá um dia não mais existir, mais do que isso, deverá envelhecer talvez sem beleza. Não desejámos todos nós a imortalidade de alguém que conhecemos, não sentimos todos aquela mesma dor ao sentir que ninguém é imortal. A estátua da Vénus romana tem olhado, século após século, sobre nós na sua bela nudez, encantou gerações pela sua forma e vive agora para encantar outros. Mas onde estais vós para quem ela olhou? Algumas faces, belas talvez como a sua face; algumas formas, belas talvez como a sua forma, onde estão agora, animadas como estão pelo fogo que ela não tem? Apolo Belvedere ainda permanece, mas o que dizer dos milhões de belos jovens homens e mulheres que olharam para ele? A sua beleza decaiu para a velhice, apodreceu numa morte horrível e a imagem sem inspiração permanece para sempre bela e sempre diante de nós. Se cada um de nós tivesse apenas uma Aurora, quem não ficaria contente de ser um Tithonus, ainda que de rochas finas, desgastadas e frágeis.

 

[98v]

 

Anon.

Charles Robert Anon.

 

F w F F F

 

O gato é gordo o cão é uma parelha e o porco é gordo como o gato.

 

  1. A. N. Pessôa

 

H Haeckel

 

Horaz Haeckel

 

Horaz

 

H 8 J H, M, M, D, D, V, F, W, M, B,

I, L, Henriqueta Roza

 

9 9 9 9

 

Classificação

Categoria
Literatura
Subcategoria

Dados Físicos

Legendas

Documentação Associada

Bibliografia
Publicações
Fernando Pessoa, Páginas de Estética e de Teoria e Crítica Literárias, Textos estabelecidos e prefaciados por Georg Rudolf Lind e Jacinto do Prado Coelho, Lisboa, Edições Ática, 1966, pp. 330-332.

Dados de produção

Cota
BNP-E3, 19 - 98
Datas relacionadas
Dedicatário
Destinatário
Data

Palavras chave

Locais
Nomes relacionados