logotipo Modernismo

  Arquivo Virtual da Geração de Orpheu

 

 

COMITÉ FUTURISTA DE LISBOA

 

Em 1916 começa a actividade formal do Comité Futurista, que é constituído por Almada e Santa Rita Pintor. A sua única actividade pública assinada enquanto Comité Futurista de Lisboa é uma carta enviada a O Heraldo, de Faro, a 5 de Agosto de 1917, em que anunciam a próxima saída do Portugal Futurista, saúdam o jornal pela sua «nobre atitude de solidariedade e acolhimento» de colaborações de futuristas nas suas páginas, e ainda lançam a obscura profecia de uma «Próxima Democracia que Elucidará o Mundo pela Vitória da Europa Libertada de todas as tentativas transitórias». No Portugal Futurista aparece ainda, no final, uma pequena proclamação contra o músico Ruy Coelho, negando as suas alegadas pretensões a ser futurista, e apresentado como uma deliberação do «Comité futurista».

 

Fernando Cabral Martins